Info

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Frases que você não deve dizer aos seus filhos




Ser pai e mãe é complicado… Devemos sempre estar preocupados em dar o exemplo correto, em estabelecer limites mas sem prejudicar a liberdade das crianças, em auxiliá-las mas sem torna-las dependentes, em sermos carinhosos mas sem sufoca-los… É uma série de coisas com as quais devemos nos preocupar, pensando que o nosso convívio diário com eles influencia na sua formação do caráter e auto-estima, já que o primeiro contato de uma criança com o mundo ocorre dentro da família. Ou seja, a família tem um papel fundamental na formação da personalidade e da identidade social da criança e pequenos detalhes e atitudes podem gerar um impacto positivo ou negativo sobre ela.

A professora de psicologia Mariel Bautzel, quando entrevistada pela Revista Crescer, disse que toda a estrutura psíquica e social de uma pessoa é formada na primeira infância. “Não é raro vermos adultos que não sabem lidar com os próprios sentimentos ou que desconfiam dos outros”. A causa disso pode estar na infância, explica a especialista.

Por isso, a Revista elaborou, com a ajuda de Mariel e também da psicoterapeuta Germana Savoy, cinco frases que não devemos dizer aos nossos filhos.

“Para de chorar”

A clássica frase inibe a expressão do sentimento da criança, sendo que o ideal é que você a ensine a lidar com as próprias emoções. “Sempre aconselho que os pais mostrem uma alternativa para o filho. Uma boa saída é pedir que eles mantenham a calma no momento do choro”, diz Germana.

“Volte já para a sua cama, isso é só um sonho”

Até os 5 ou 6 anos, as crianças não sabem diferenciar com precisão o mundo real do mundo dos sonhos, por isso elas não entendem bem quando você disser que aquilo que vivenciaram não é real. O melhor é acalentar o seu filho, dizer que o medo logo vai passar e colocá-lo para dormir na cama dele novamente.

“Essa injeção não vai doer”

Mentir para o seu filho faz com que a relação de confiança entre vocês seja quebrada. Fale sempre a verdade. Além da dor da injeção, ele também vai ficar magoado por ter sido enganado. Diga que é só uma picadinha, e que será para que ele tenha cada vez mais saúde para brincar.

“Você não aprende nada direito”

Crianças que têm uma referência negativa de si mesmas obviamente ficam com a autoestima prejudicada, explica Germana. E, como elas ainda possuem um mecanismo de defesa pouco desenvolvido, tudo o que um adulto disser terá um impacto enorme. Dizer que elas são burras, ou que nunca vão aprender matemática, por exemplo, pode fazer com que realmente acreditem que têm essas fraquezas.

“Se você não me obedecer, eu vou embora”

A criança tem de aprender a respeitar os pais pela autoridade – e não por medo de perdê-los ou, pior ainda, de ser maltratada. Ameaças e chantagens estão fora de cogitação.

Mas se um deslize acontecer, a Revista nos tranquiliza: É claro que, às vezes, os pais acabam falando coisas que não gostariam… Se isso acontecer, não se culpe. O jeito é recuperar a calma e conversar com a criança, explicando que agiu de forma errada.


Ajude-me a divulgar este blog. Recomende, Compartilhe, Convide.


segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte

Olá querido leitor(a). Estou aqui apresentar a você esta nova postagem no blog Nossos Atos. Antes de iniciar, gostaria de agradecer de coração a todas as visitas, comentários e compartilhamentos realizados. Agradeço a Deus por tudo o que Ele tem feito e faz em nossas vidas e, por você que está sempre aqui à procura de notícias e mensagens que fale ao coração.

Neste momento quero dar continuidade ao último relato apresentado no dia 13/06/2013, cujo título é "Nova Etapa - Prótese Traqueal", onde terminei relatando que nossa Rebequinha começou a ter desconforto respiratório após 1 semana ouvindo pela primeira vez sua linda e meiga voz.

Naquela noite, na emergência pediátrica do Hospital de Base de nossa cidade, fomos atendidos pelo médico auxiliar do cirurgião torácico que tem cuidado de nossa pequena. Em resumo, ele pediu para aguardar um agendamento de emergência para fazer um ajuste na prótese, ou seja, ela teria que operar novamente.

Só uma explicação: A prótese traqueal que a Rebeca usa tem uma tampinha que, quando mantida fechada, ela consegue falar, pois o ar não extravasa pela traquéia e, sim sobe normalmente pelas narinas, porém quando começou o desconforto respiratório, não estava conseguindo ficar com esta tampinha e, fomos orientados a tirar para que ela pudesse respirar melhor.

Passado alguns dias, nossa princesa teve que internar e operar novamente para fazer ajustes e retirar alguns "granulomas", que são pequenos "calos", que ao inflamarem obstruem a passagem do ar pela traquéia, além da estenose traqueal (má formação da traquéia).

Após esta cirurgia fomos pra casa com a orientação de que ela teria que ficar sem esta tampinha. A partir daí, não pudemos ouvir sua voz. A Rebequinha ficou muito triste com isso e percebemos sua insatisfação. Alguns dias se passaram e o desconforto recomeçou. Informamos o médico e já agendou uma nova cirurgia. Porém ele nos orientou que teria que mudar a posição desta prótese traqueal.

É o seguinte, este tubo estava posicionado abaixo das cordas vocais, dentro da traquéia e, nesta próxima cirurgia o médico disse que teria que posicionar parte deste tubo acima das cordas vocais, passando pelo meio das mesmas. Disse ainda que seria uma fase meio delicada, pois haveria muita secreção e muito incômodo.

Pois bem, o dia da nova cirurgia chegou e como sempre, já ansiosos e preocupados, entregamos nossa pequena para os profissionais e ficamos aguardando na sala de espera cirúrgica orando e pedindo a Deus pela segurança e o cuidado com nossa criança. O mais impressionante é que desde que este médico começou a cuidar da Rebequinha, ele sempre tem pedido para orarmos antes de iniciar cada cirurgia. Ele diz: "Pede para os anjinhos me acompanhar nesta cirurgia". Continuando: O tempo foi passando e nenhuma notícia recebida. As horas ultrapassaram até mesmo o previsto pelo médico, quando enfim, o doutor abre a porta do centro cirúrgico com uma expressão preocupante e nos chama. Ao nos aproximarmos dele, nos dá a notícia: "Quase perdemos a Rebequinha".


Aquela notícia nos deixou desesperados e tristes. A única coisa que queríamos naquele momento, era vê-la e bem. O médico explicou o que aconteceu. Disse que a traquéia de nossa menininha foi perfurada ao tentar deslocar a prótese para a parte superior das cordas vocais. Os seus sinais vitais e saturação sanguínea foram diminuindo, quando enfim, foi colocado dois drenos para expelir o ar dos pulmões que extravasou por toda a cavidade torácica. Disse que era preciso ter paciência e aguardar sua recuperação na UTI Pediátrica. Disse ainda que teria que ficar em sedação profunda por alguns dias para não sofrer e sentir dor.



terça-feira, 25 de junho de 2013

Antes Você Precisa Crer

Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que O buscam (Hebreus 11:6)

"Fé". Uma palavrinha tão pequena, mas com um poder tremendo. Sem fé é impossível agradar a Deus. Precisamos disso para alcançarmos os nossos objetivos. Precisamos crer que Deus existe em nossa vida. Você crê que Deus existe?

Você já ficou desesperado por algo que tenha necessitado imediatamente e não recebeu? Já passou por uma dificuldade e, ao clamar ao Senhor, não teve a benção naquele momento? 
Pois é, isso já aconteceu comigo diversas vezes.
A cada dia tenho percebido como Deus é amoroso conosco. Os Sonhos de Deus não são os nossos. Já ouviram aquela frase: "Por maior que sejam os seu planos, o sonho de Deus é maior".

Muitas vezes perdemos muitas bençãos, por falta de fé. Ficamos com medo de tomarmos certas decisões; ficamos confusos ou até mesmo atemorizados. Não temos que ficar com medo. Precisamos crer no Senhor. Precisamos dar o primeiro passo. Não basta apenas pedir; precisamos tomar uma atitude. Devemos ir ao encontro do Senhor e não ficar com os braços cruzados e esperar sentado a benção.

Talvez você tenha que colocar os pés na água para que o milagre aconteça e, assim o mar se abrirá, para então chegares ao outro lado. Já pensou nisto? Ouça agora esta música e reflita bem sobre o que é fé. Gosto muito deste hino de louvor. Me emociona muito.

ANTES VOCÊ PRECISA CRERLaura Morena

É preciso molhar os pés pra que o milagre aconteça
E tocar Suas vestes pra sentir o Seu poder
É preciso erguer bem alto o machado pra que o sacrifício apareça
E esperar por muitos anos até que a chuva desça 

coro:
Para atravessar o mar, coloque o pé na água
Pra chegar ao outro lado você precisa acreditar
Deus quer abrir o mar pra você
Mas antes,você precisa crer 

É preciso mergulhar a sétima vez
E clamar mais alto que o mundo para então voltar a ver
É preciso crer na cruz pra tornar-se um novo ser
E esperar só mais um pouco,até ver Jesus descer 

Sem ver impossível é achegar-se a Deus
Pela fé os teus pés irão tocar,terra firme no meio do mar

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Nova Etapa - Prótese Traqueal

Olá meus queridos irmãos em Jesus Cristo, tudo bem com vocês?

Estou aqui neste momento para dar continuidade ao blog que, por tantos dias e, até meses, esteve parado e desatualizado. Peço que me perdoem, pois estes meses foram dias difíceis. Graças ao bom Deus, estou aqui  novamente para compartilhar as bençãos dos Céus com vocês.

Na postagem do dia 18 de janeiro deste ano, disse que nossa Rebequinha passaria por uma nova etapa cirúrgica, o qual seria realizado uma substituição da traqueostomia por uma prótese traqueal chamado "Tubo T de Montgomery". Pois bem, esta cirurgia foi realizada no dia 25/02 com um êxito maravilhoso.

Antes da cirurgia, tivemos uma consulta com o cirurgião em seu consultório e, após orientar todo o procedimento que seria feito, nos avisou que este tubo seria instalado no interior da glote, passando pelo meio das cordas vocais, já que é um local resistente e necessário, pois assim evitaria o surgimento de granulomas e o aumento da estenose.




No dia da cirurgia, minha esposa e eu estávamos muito apreensivos e ansiosos, mas confiantes no poder do Senhor na vida de nossa filhinha. Após a cirurgia, o médico conversou conosco e comunicou que não instalou o tubo no interior da glote e que decidiu instalá-lo abaixo das pregas vocais no interior da traquéia. Isto significa que seríamos capaz de ouvir nossa princesa falando. Foi dito e feito. Quando a Rebequinha saiu do centro cirúrgico na maca, a caminho da UTI, ouvimos pela primeira vez seu chorinho fino e meigo. Pela primeira vez ouvimos sua voz! Quase desmaiamos naquele momento de tanta emoção. Momento maravilhoso. 

Naquela hora, sentimos claramente Deus falando para minha esposa e eu, que Ele estava no controle de tudo e que ela seria um testemunho vivo do poder do Criador. Estávamos com medo de ver nossa pequena sofrendo daquele jeito, deitada naquela maca. Ficamos aflitos quando a levaram para dentro daquela UTI Pediátrica. Tivemos que ficar aguardando do lado de fora por algum tempo para depois nos liberar para visitá-la um pouquinho. 

O mais triste foi quando minha esposa e eu tivemos que ir pra casa sem ela. Sentimos uma angústia muito grande, pois aquela era uma cirurgia diferente das que estávamos "acostumados" a vivenciar.

Meus queridos, quero dizer que por mais difícil que seja a situação e, por mais angustiante que seja sua vida,  não desista e nem perca a fé. Deus sabe muito bem o que passa dentro de seu coração e sempre fará o impossível para aliviar nossa dor. Precisamos aprender a entregar nossos problemas nas mãos do Senhor e tudo Ele fará para nos ajudar, de acordo com Sua vontade. "Entrega teu caminho ao Senhor; confia nEle e o mais Ele fará" (Salmo 37:5), lembra?


Voltamos no hospital no dia seguinte, no horário de visita, até que ela foi transferida para o quarto na ala da pediatria. Ficamos felizes por poder ficar ao lado dela. A Rebequinha ficou internada 5 dias, quando teve alta e pudemos levá-la pra casa. Foi um alegria muito grande de vê-la pronunciando suas primeiras palavrinhas. No entanto, sua primeira palavra foi "mamãe", é claro. A emoção tomava conta de nossa vida por presenciar tamanha benção de Deus. Estávamos realmente agradecidos por tudo. Os dias foram passando e outras palavrinhas nossa pequena aprendeu. Porém, esta alegria durou 1 semana, quando ela começou a apresentar desconforto respiratório e tivemos que levá-la para a emergência pediátrica do Hospital de Base, onde ela operou anteriormente.

Nossa angústia começou novamente, mas estávamos confiantes que tudo daria certo. Jesus estava ao nosso lado o tempo todo. Ele sempre estendeu Sua mão para nos amparar. Ele sempre foi fiel a nós e sabíamos que antes disso teríamos que ser fiéis a Ele, fazendo e confiando em Sua vontade. 

A partir daí muitas coisas aconteceram e gostaria de contar em um outro momento. Peço que aguardem, pois as coisas vão piorar um pouco daqui pra frente. 

Continuem orando por nós. A Rebequinha está ótima. Temos a certeza de que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus!

Aguardem a continuação deste testemunho. Desta vez não vou demorar para postar novamente.

Que Deus os abençoe ricamente.





quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Eu Determino - Seja feita a Tua vontade!

Olá querido leitor(a). Que bom que você está aqui, visitando este blog. Estou feliz em compartilhar mais uma postagem com você. Quero transmitir algo que tenho analisado e pensado por estes dias. Talvez um assunto diferente do que você esteja acostumado.

Hoje em dia sabemos o quanto as igrejas evangélicas tem aumentado nestes últimos tempos e, sabemos que o principal objetivo destas igrejas é pregar o evangelho conforme a ordem de nosso Mestre Jesus; levar pessoas ao arrependimento e esperança à almas desacreditadas desta vida presente e futura. A Bíblia Sagrada deve ser a única fonte de ensino.

Desde pequeno tenho aprendido que a oração é nosso meio de comunicação direta com Deus e que podemos expressar todos os nossos anseios, sentimentos, desejos e até mesmo as nossas angústias diretamente com nosso Senhor. A oração é uma conversa sincera que temos com nosso Pai Celeste, assim como fazemos à um amigo.

O que me intriga é a forma que muitas igrejas ensinam sobre a oração. Tenho ouvido muito pessoas dizerem que somos filhos de Deus e que não podemos passar por “perrengues”, seja lá por motivo financeiro, saúde, relacionamento, etc... são doutrinas vindas de todas as partes do hemisfério gospel. Até nas igrejas mais tradicionais já vemos esse tipo de doutrina. O verdadeiro evangelho, infelizmente, tem cada vez menos espaço na mídia gospel e algumas daquelas igrejas que se diziam tradicionais tem se contaminado com essa doutrina “fácil” de se encontrar. Pois, seus lideres estão mais ocupados procurando inspirações em programas gospels na TV do que procurar a presença de Deus.  É muito comum encontrarmos irmãos e pastores, orando determinando algo em suas vidas:

“... determino senhor que esse carro seja meu...”
“... determino que a cura seja minha agora...”
“... determino que fulano seja promovido no serviço...”

E assim vai.... Infelizmente essas pessoas estão longe do Evangelho de Jesus Cristo, e não se atentam a oração que Jesus Cristo ensinou em Mateus 6:9-15:

“Pai nosso, que estais no céu, santificado seja o Teu nome, venha a nós o vosso reino, faça-se a Tua vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de cada dia dá-nos hoje; e perdoa-nos as nossas dividas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixe cair em tentação; mas livra-nos do mal, pois, Teu é o reino, o poder e a glória para todo sempre, Amém!”

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Feliz 2013! Novo Ano; Novas Etapas

Saudações querido(a) leitor(a). É com grande alegria que retorno a este blog pela primeira vez neste ano de 2013, para mais uma postagem e, desejar a você um feliz ano novo com muita paz, alegria e Jesus no coração. 

O ano de 2012 foi de muitas lutas, mas também de grandes bençãos. Nossa Rebequinha está cada dia mais linda, graças ao cuidado e a dedicação de minha linda esposa Carla. Amo muito a minha família e agradeço ao Papai do Céu por tudo o que Ele tem feito em nossas vidas. 

Atualmente trabalho como enfermeiro domiciliar, cobrindo folgas eventualmente, além de trabalhar na prefeitura. São muitas coisas para conciliar, mas o Senhor tem me dado graça e sei que Ele quer o melhor pra mim e minhas meninas (esposa e filha). 

A minha ausência foi devido a falta de tempo e concentração para atualizar o blog. Tivemos diversos retornos para o hospital Centrinho em Bauru/SP, além do período pós-cirúrgico da Rebequinha que durou 30 dias. Foram dias bem desgastantes, com diversas noites sem dormir, pois nossa pequena teve que utilizar  canos de PVC em cada braço, a fim de impedi-la de colocar o dedo na boca, já que ela chupava o dedo para dormir. Então você já deve estar imaginando como foi né.

Passando este período, a Rebequinha começou a se alimentar pela boca pouco a pouco. Agora ela consegue comer quase tudo via oral e, isto é maravilhoso para nós. Praticamente nem utilizamos a gastrostomia para alimentá-la. As coisas estão mais fáceis agora. Uma verdadeira vitória!!!

O próximo passo será a instalação de um tubo de silicone no interior da traquéia da Rebeca. Chama-se Tubo T de Montgomery. O propósito deste tubo é "alargar" a traquéia, pois ela tem uma estenose bem acentuada, obstruindo 90% da traquéia. Eu sei que parece complicado para entender esses procedimentos, mas creio que tudo isso será para a honra e glória do Senhor Jesus. Nossa Rebequinha é um testemunho vivo do poder de Deus em nossa vida. 

A cirurgia está agendada para o final de fevereiro e nossa filhinha terá que ficar internada por 20 dias aproximadamente para adaptação ao material instalado. Minha esposa e eu voltaremos a uma rotina já vivida nos primeiros três meses de vida da Rebequinha, onde ficávamos nos revezando como acompanhante dela, dia e noite. Assim será nesta nova internação. Portanto queridos irmãos e irmãs, orem por nós, pedido forças e a direção do Espírito Santo nesta nova etapa. Precisamos de muita sabedoria e disposição para isso. 

Creio também que "Podemos todas as coisas na força que Cristo nos dá" (Filp. 4:13). Precisamos ser fiéis à Ele, assim como Deus é fiel em Suas promessas. Ele nos ama e é capaz de fazer coisas impossíveis em nossa vida. Não basta "determinar" as bençãos dos Céus, como se Deus tivesse a obrigação de atender. Nós não somos dignos de fazer tal exigência. A oração do Pai Nosso é o nosso modelo de prece: "Seja feita a Tua vontade, assim na Terra, como no Céu". Precisamos orar, confiar e esperar no Senhor com fé.

Portanto, esperamos a vontade do Senhor, com oração e fé que tudo isto acabará, acreditando que nossa vida está em Suas mãos e que vivemos nesta mundo a fim de testemunhar do Seu amor.


Fique com esta benção:

"O Senhor te abençoe e te guarde;
O Senhor faça resplandecer o Seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
O Senhor sobre ti levante o Seu rosto e te dê a paz." (Núm. 6:24-26)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...