Info

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte

Olá querido leitor(a). Estou aqui apresentar a você esta nova postagem no blog Nossos Atos. Antes de iniciar, gostaria de agradecer de coração a todas as visitas, comentários e compartilhamentos realizados. Agradeço a Deus por tudo o que Ele tem feito e faz em nossas vidas e, por você que está sempre aqui à procura de notícias e mensagens que fale ao coração.

Neste momento quero dar continuidade ao último relato apresentado no dia 13/06/2013, cujo título é "Nova Etapa - Prótese Traqueal", onde terminei relatando que nossa Rebequinha começou a ter desconforto respiratório após 1 semana ouvindo pela primeira vez sua linda e meiga voz.

Naquela noite, na emergência pediátrica do Hospital de Base de nossa cidade, fomos atendidos pelo médico auxiliar do cirurgião torácico que tem cuidado de nossa pequena. Em resumo, ele pediu para aguardar um agendamento de emergência para fazer um ajuste na prótese, ou seja, ela teria que operar novamente.

Só uma explicação: A prótese traqueal que a Rebeca usa tem uma tampinha que, quando mantida fechada, ela consegue falar, pois o ar não extravasa pela traquéia e, sim sobe normalmente pelas narinas, porém quando começou o desconforto respiratório, não estava conseguindo ficar com esta tampinha e, fomos orientados a tirar para que ela pudesse respirar melhor.

Passado alguns dias, nossa princesa teve que internar e operar novamente para fazer ajustes e retirar alguns "granulomas", que são pequenos "calos", que ao inflamarem obstruem a passagem do ar pela traquéia, além da estenose traqueal (má formação da traquéia).

Após esta cirurgia fomos pra casa com a orientação de que ela teria que ficar sem esta tampinha. A partir daí, não pudemos ouvir sua voz. A Rebequinha ficou muito triste com isso e percebemos sua insatisfação. Alguns dias se passaram e o desconforto recomeçou. Informamos o médico e já agendou uma nova cirurgia. Porém ele nos orientou que teria que mudar a posição desta prótese traqueal.

É o seguinte, este tubo estava posicionado abaixo das cordas vocais, dentro da traquéia e, nesta próxima cirurgia o médico disse que teria que posicionar parte deste tubo acima das cordas vocais, passando pelo meio das mesmas. Disse ainda que seria uma fase meio delicada, pois haveria muita secreção e muito incômodo.

Pois bem, o dia da nova cirurgia chegou e como sempre, já ansiosos e preocupados, entregamos nossa pequena para os profissionais e ficamos aguardando na sala de espera cirúrgica orando e pedindo a Deus pela segurança e o cuidado com nossa criança. O mais impressionante é que desde que este médico começou a cuidar da Rebequinha, ele sempre tem pedido para orarmos antes de iniciar cada cirurgia. Ele diz: "Pede para os anjinhos me acompanhar nesta cirurgia". Continuando: O tempo foi passando e nenhuma notícia recebida. As horas ultrapassaram até mesmo o previsto pelo médico, quando enfim, o doutor abre a porta do centro cirúrgico com uma expressão preocupante e nos chama. Ao nos aproximarmos dele, nos dá a notícia: "Quase perdemos a Rebequinha".


Aquela notícia nos deixou desesperados e tristes. A única coisa que queríamos naquele momento, era vê-la e bem. O médico explicou o que aconteceu. Disse que a traquéia de nossa menininha foi perfurada ao tentar deslocar a prótese para a parte superior das cordas vocais. Os seus sinais vitais e saturação sanguínea foram diminuindo, quando enfim, foi colocado dois drenos para expelir o ar dos pulmões que extravasou por toda a cavidade torácica. Disse que era preciso ter paciência e aguardar sua recuperação na UTI Pediátrica. Disse ainda que teria que ficar em sedação profunda por alguns dias para não sofrer e sentir dor.




Naquele momento, minha esposa e eu já estávamos passando muito mal e o desespero tomou conta de nós. Imploramos para Deus o motivo de tudo aquilo. Foi quando nossa filhinha saiu do centro cirúrgico em uma maca  às pressas para a UTI Pediátrica, entubada e com duas mangueiras "enfiadas" no meio de suas costelas; uma em cada lado. Foi muito triste vê-la daquele jeito. Seguimos até a UTI Pediátrica e ficamos aguardando do lado de fora para vê-la com mais calma.


Tivemos que ir pra casa, desolados pela situação e mais preocupados na hora de dar a notícia para nossos familiares e amigos. Todos se comoveram com a situação e, só pedimos para orarem e entregar a Rebequinha nas mãos do Criador e, que seja feita a vontade do Senhor e não a nossa.

No dia seguinte à intercorrência no hospital, recebemos a ligação do médico onde disse que nossa Rebequinha estava passando muito mal na UTI e que deveria ser operada às pressas, pois o ar oxigenado do aparelho respirador mecânico não estava alimentando os pulmões, mas que estava acumulando na região do mediastino, ou seja, entre os pulmões. 

Isto foi outro susto, mas tentando ficar em paz com Deus e na certeza de que a vontade do Senhor estava sendo feita da melhor forma possível. Antes da cirurgia, o médico disse mais uma vez: "Pede para os anjinhos para me acompanharem" e, assim fizemos. Oramos para que Deus conduzisse toda a equipe médica e enfermeiros naquele centro cirúrgico. Ficamos aguardando na sala de espera mais uma vez. Quando fomos chamados na porta do centro cirúrgico, o doutor disse: Não só os anjinhos estiveram conosco, mas desta vez eles vieram com o "Chefe" junto.

Glória a Deus. Mais um milagre aconteceu e os médicos puderam presenciar e sentir a presença de Deus naquele lugar. Como somos gratos!!! 

A Rebequinha ficou 8 dias em coma induzido e mais uma semana se recuperando na UTI. Graças a Deus ela foi melhorando a cada dia. Não digo que nosso desespero foi falta de fé, pois qualquer um de nós ficaria desesperado ao ver um filho numa situação difícil. 

Posteriormente, ela foi transferida para um dos quartos da enfermaria pediátrica e por mais 15 dias, minha esposa e eu ficamos nos revezando como acompanhante de nossa menininha. No dia da alta hospitalar ficamos muito felizes e agradecidos pelo grande milagre que vimos em nossa frente. Nossa Rebequinha e a resposta que Deus está no controle e testemunha viva do verdadeiro amor que Ele tem por cada um de seus filhos. 

Esta situação me fez lembrar da oração do salmista Davi no capítulo 23: "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam."

Nada pode nos separar do amor de Deus e Ele está conosco até nos momentos mais difíceis. Ele não disse que não enfrentaríamos provações ou até a própria morte, mas que estaria conosco em todas as situações difíceis, nos consolando e nos animando. Nesta Terra enfrentaremos muitas provas, mas com a certeza de que nossa redenção se aproxima. Jesus está voltando e não vai demorar.

Entre cirurgias e broncoscopias, nossa Rebequinha ainda passou por mais uma manutenção e ajuste de sua prótese traqueal no centro cirúrgico, pois isso já era previsto. Isso era necessário para observar o progresso e as condições da traquéia com o uso deste tubo traqueal e, por obra do Senhor, o médico nos informou que nossa filhinha não tem mais estenose, ou seja, ela não tem mais aquela má formação da traquéia. Simplesmente sumiu. Disse ainda que numa próxima cirurgia, já seria possível retirar definitivamente esta prótese traqueal. 

Para nossa alegria oramos e agradecemos mais uma vez por tudo o que Deus tem feito. É cansativo e doloroso, sabemos que é; tanto para nós, tanto para nossa filhinha, mas, sabemos que o Senhor tem uma obra especial na vida dela e para nós, que somos pais. 

Por enquanto estou testemunhando estes fatos por este blog, uma ferramenta importante na divulgação do evangelho de Jesus e para o crescimento espiritual de muitos que por aqui visitam. Se observarem as primeiras postagens, vão perceber que o objetivo deste blog não era testemunhar sobre o tratamento de nossa filhinha, mas para demonstrar através de reflexões, vídeos e meditações, sobre como nossas atitudes interferem em nosso crescimento espiritual e o quanto é importante para testemunho de Jesus à todos que nos rodeiam. Somos templo vivo do Espírito Santo e as pessoas precisam ver Cristo em nós, através de nossos atos e testemunho. Com o passar do tempo, senti a necessidade de apresentar as grandes coisas que o Senhor fez por nossa filhinha e por nós. Por isso, agradeço muito ao Senhor por fazer deste blog, um lugar de paz, oração e testemunho para você que que está lendo esta postagem neste momento. Oro muito por você que está visitando este blog pela primeira vez e, aos que há tempos estão aqui conosco. Muito obrigado por suas orações.




Nesta quarta feira, dia 07 de agosto, nossa Rebequinha passará por outra cirurgia. Já foram 4 este ano e, nesta 5ª Cirurgia, esperamos mais uma vez pela vontade do Senhor. Crendo desde já, que seus planos sejam os melhores para a vida de nossa princesinha. Estamos esperançosos de que desta vez ela fique livre deste tubo traqueal e, assim possamos ouvir sua voz definitivamente, sem mais aspirações traqueais, inalações, aparelhos, umidificadores, etc.

Portanto ore irm(ã)o. Precisamos de suas orações e de sua entrega à vontade de Deus. Orem para que o Senhor se faça presente mais uma vez nesta nova cirurgia. Da mesma forma que estaremos orando mais do que nunca por esta causa e por esta libertação. 

Que o Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. (Núm. 6:24-26).

5 comentários:

  1. Oi Vagner!
    Querido irmão, estarei orando pela princesinha de vocês. Ela tá muito linda.
    Ela é uma guerreira desde recém-nascida e vocês são pais maravilhosos, pais que tem a força e a presença de Jesus com vocês.
    Me emociono cada vez que leio o que você conta, do que acontece e do cuidado de Deus.
    Um abraço pra você e sua linda família.

    ResponderExcluir
  2. Amigo, todas as suas lutas serão recompensadas. DEUS dará sua vitória, para você, sua esposa, e sua bonequinha. Estou orando para que tudo der certo...

    http://meudiariose.blogspot.com.br/

    Fique com a paz do Senhor.

    ResponderExcluir
  3. Olá Cida e Sandreanny, agradeço muito pelo comentário e pelas orações. Com certeza o Senhor Deus nos dará a vitória. Sei que não é no nosso tempo e do jeito que a gente quer, mas pela vontade dEle e de acordo com seus planos. Cida e Sandreanny, seus blogs estão em minha lista de blogs na barra lateral.

    Grande abraço e que as bençãos do Senhor sejam derramadas em suas vidas sempre.

    ResponderExcluir
  4. olá Vagner, como vai amigo? Faz tempo que não os visitava e após ler este relato me emocionei bastante, pois inevitavelmente volto a recordar tudo o que passamos com a Loreana, claro que guardadas as devidas proporções, pois sabemos que a luta da Rebequinha é longa, mas sei também, desde quando conversamos pela primeira vez, que vcs são pessoas de fé e de força, e isso é muito importante para encarar essa batalha. Não tenha dúvida que vcs sempre estarão em minhas orações. Um grande abraço meu amigo...

    Gabriel

    ResponderExcluir
  5. Grande amigo Gabriel, já faz tempo que não nos falamos. A correria do dia a dia e nossas prioridades impedem algumas coisas. A Lorena está cada dia mais linda! Creio que nossas lutas serão recompensadas em breve e, quando tudo isso passar, olharemos para trás e diremos: "Valeu a pena passar por tudo isto". Sabe Gabriel, creio que tudo tem um propósito e, só Deus sabe a razão das provações que enfrentamos. Vamos continuar firmes irmão.
    Obrigado pelo comentário e pelas palavras. Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...